terça-feira, 8 de agosto de 2017

Amo-te

Célia Gil

(imagem daqui)

Amo-te porque te quero,
porque ainda te acaricio
com a doçura dos meus olhos.
Amo-te porque te desculpo
falhas que só o amor sabe ignorar.
Amo-te porque te respeito,
te admiro e te desejo.
Amo-te porque me amas,
pois, por mais que te amasse,
nada deixaria que mendigasse
migalhas do teu amor.
Amo o meu amor próprio,
aquele que te sabe amar.
aquele que te compreende,
aquele que te sabe desejar,
aquele que ainda te surpreende.
Amo-te como te sei amar!
                                           Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

8 comentários:

  1. Linda poesia de amor expresso e bela foto! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Oi Célia,
    O poema é lindo e vocês formam um casal maravilhoso!
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Bom estar aqui...

    Aconteceu um probleminha com a lista de blogs que eu sigo, por isso estou seguindo de novo.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por poder contar com a sua presença. Beijinhos

      Eliminar
  4. Feliz de quem recebe e merece tal declaração de amor!
    Casal mais giro!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim