sexta-feira, 22 de março de 2013

Perdi o meu sorriso

Hoje deixo novamente este meu poema. Estou a passar por um momento muito difícil e só me ocorre esta perda do sorriso. Tenho uma colega e amiga da escola internada e muito mal, devido a uma gripe. Uma bactéria alojou-se no cérebro e já teve três paragens cardíacas e várias tromboses cerebrais. Estão só à espera de doar os órgãos para desligar as máquinas. Tem 44 anos e tinha uma saúde de ferro. É muito difícil aceitar e digerir tudo isto!

À noite, acabou por falecer. Dia 23 foi o funeral. Deixou um filho de 13 anos. Até sempre amiga! Nunca serás esquecida! Ficarás para sempre nos nossos corações!
                                                                                                                      Célia Gil

quarta-feira, 13 de março de 2013

Sonhos de oiro


(imagem do google)

Cai a noite,
que me toma nos braços 
a aquecer abraços.

sou ainda a criança com sonhos de oiro,
a preparar o puzzle da vida
em brincadeiras inocentes
com restos de sonhos recortados.

e, quando acordo,
continuo imóvel
à espera que as estrelas 
permaneçam no meu céu.
                           Célia Gil



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...